quarta-feira, 8 de maio de 2013

Vision

Existem palavras que por vezes não são faceis de dizer, outras de sentir, mas por vezes as que me parecem mais dificeis, são as que vemos e hoje;

 Hoje tive uma visão de felicidade.

Felicidade que nunca compreendi perfeitamente, mas que ali fazia tanto sentido...

É bom saber que o nosso melhor amigo está feliz, e que tem uma excelente pessoa ao seu lado que o trata como ele desde sempre mereceu, ou talvez melhor do que ele merece que ele é um animal. Mas a verdade, é que ver essa felicidade faz nos realizar dos nossos erros, da nossa fragilidade emocional e das escolhas que fazemos para as nossas vidas.

Essa felicidade ajuda também a esclarecer muita dúvida, a tirar muita sombra do passado e a filtrar o que nos é realmente importante.

Desde a semana passada que me tenho vindo a questionar sobre o que quero ser ou deva ser num futuro próximo, ou o que devo ou não fazer.

Entretanto já me provei a mim próprio que ainda consigo sentir e chorar por memórias de tempos melhores.

No ínicio da semana judiaram-me o juizo porque me tiraram uma foto de mãos dadas ao irmão da Mónica.
The truth is eu sempre disse que quero filhos e foi estranho o quão natural me senti a dar a mão ao puto. I mean, é uma criança e eu tou a ficar velho, e in a way, it felt right'ISH.

Ontem fiz algo totalmente inesperado por quem não conhecia e tudo nessa atitude fez sentido, devido as pessoas envolvidas.

Also esta semana relembrou-me quando o Bruno começou a dar-se mais com a Katsuki, antes de tudo e ele andar todo pussy e panisga a ouvir "A Thousand Miles" e de eu ter gozado com ele, na altura estava eu numa relação a morrer e por tal andava mais descrente no Amor, algo que já se arrasta por um par de anos devido há maior relação que eu conhecia ter falhado de uma maneira tão má quanto foi.

Um "trauma" que não é minha culpa mas do qual me apoderei como se de uma música de intervenção se tratasse, the time to rebel is over, Its time to settle in,

Está na altura de encontrar Aquela pelo qual tudo valha a pena, todo o sacrificio nao seja sacrificio sequer. Aquela que "will rulle them all". Aquela "Tel' er".

Obrigado Bruno, obrigado Sumie.

On the other hand, as duvidas se eu realmente mereço tal hipótese permanecem, e será que eu não só sou a perssoa certa para piorar as pessoas que estão comigo? If so, should I just acept the fact and be by myself? Ou luto por uma fantasia uma vez mais e dou tudo, tento tudo?

Não obstante, sinto que esta semana esculpiu um pouco do que tenho para comigo ser certo para mim.

Aos envolvidos o meu maior obrigado.


Ohana.





Also por leres até aqui devias receber um cookie, mas no cookies for anyone.
UNF.

Sem comentários :

Enviar um comentário