sábado, 24 de agosto de 2013

Remember

Num momento tudo está bem, no outro tiram-te o chão. Acho que já devia saber voar de tanta vez já me ter acontecido cenas deste género. Mas burro velho não toma andadura, sempre ouvi dizer.
E sem aviso, sem nada, faz-se caminho em direcção da memória.

Era a primeira vez que lá voltava depois de o enterrar, de ter perdido tanto ali.

 A cama que lá estava desde sempre.
 Com a almofada desde sempre
 Encontrar as coisa do jeito que ele as deixou...
 Os desenhos velhos do meu pai, que passaram uma vida toda de pernas pó ar.
A casa que antes tinha tanta vida, não passa de uma sombra do que era.
 Pequenas lembranças, como quando tinha que me esticar para me ver no espelho, agora a minha testa passa fora.

 Ou esta porta, que eu passava bem sem ter que me baixar para não dar lá cabeçadas, ainda me lembro quando esta casa era tão grande, e agora é tão pequena.
 #32 - Enjoy the little things.
As coisas mais pequenas agora marcam o que de uma vida resta... O meu avô dedicou todo o seu tempo para o bem estar da minha avó, e este é apenas mais um exemplo. Um "baraço" (como ele lhe chamava) preso ao tecto para que ela se pudesse levantar do sofá com mais facilidade. Pequenas coisas assim que ele fazia para tornar o dia dela melhor.
 As panelas que nunca ninguém pôde lá cozinhar porque são da colecção da avó.
Ainda me lembro quando estes bancos era tão grandes, agora mal cabo lá.
 O retrato de uma doença...
O ultimo lugar. Onde lhe deu o pequeno almoço. Separou os medicamentos, se certificou que ela estava bem antes de cair para não se levantar mais.
 Once again, #32, pequenas coisas que ele "construiu" para o bem estar dela.

 Melãozinho do bom :3
 Avó
 Retrato de uma aldeia.

Where he rests.
 O lugar até onde te carreguei aos ombros... O lugar onde depois de cada passo ficar mais pesado te deixei finalmente. O lugar onde te deixei 7 palmos debaixo de terra. That one thing que me custou mais que tudo até agora.

A primeira vez que regressava aqui, your final rest. A primeira vez que fazia isto. Tão mais dificil que esperei... É dificil quando se ama tanto alguém e se tem a prospecção que não se vai ver mais essa pessoa. É uma mágoa tão profunda e tão estranha para palavras conseguirem descrever.






Noutras noticias, até que se portou bem o meu menino novo :3
 Random pic da viagem #1
 Random pic da viagem #2

Sem comentários :

Enviar um comentário