quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

*adorando a minha vida amorosa*

Estou farto, farto de pessoas.
Maioritariamente farto de gajas burras fodasse.

Como diz a Bruna, quem não gostar que feche a página, este post não é pa cardíacos, nem para todos os gostos.

Mas não é só de gajas burras que o mundo vive, também os há burros como uma porta.

Não percebo onde e desde quando é que se aceitou, e houve, acho que ainda é mais importante esta segunda parte, não percebo quando é que houve uma aceitação de gente de merda, aquela gente falsinha. Que te quer por perto quando dá jeito, e depois quando as merdas apertam te mandam embora.

Quem vê o meu blog, quem o segue há 3 anos sabe que tenho aqui relatos de grandes amores. Tenho, mas todos eles acabaram de uma maneira irrisória. Again como diz a Bruna, eu tenho tido um azar do caraças no que toca a gajas, eu devo ter um radar mesmo avariado e só vai em direcção a merdum.

Ora vejamos, uma meteu-me um par de galhetas, a próxima acaba comigo no meu aniversário e vai ter com o Ex, para depois ainda voltar a estar comigo, e andar num vai não vai de mixed signals...
Esta ainda por cima tinha tudo para ser a mulher da minha vida...

*adorando a minha vida amorosa* 

É um facto que eu não sou a ultima bolacha no pacote, nem tenho um feitio fácil, facto também é que eu dou um disclaimer bruto quando me começo a envolver com alguém. Assim sabem bem para o que vão.

Porque raio não fazem o mesmo?

Obviamente ninguém te diz assim, ah e tal eu tenho um passado de drogas, uma vida cheia de abusos e só sei isso, portanto não sei apreciar o bem que me vais fazer. Epa não é disso que se trata, de maneira alguma. Mas, e honestidade? É pedir muito? Se calhar é mais fácil pedir pa fecharem as pernas algumas...

Eu avisei que este post não ia ser de fácil digestão. À saída serão entregues frasquinhos com Aloe para quem precisar.

Anda tudo estúpido. Tirando as minhas experiências falhadas, tenho um grande amigo meu que andava numa relação que já tinha 6 anos, o que é que aconteceu? A moça dele começou com dúvidas e o caneco e puff. Finnito.

E agora pergunto eu, tão mas vai-se cagar assim pa 6anos de vida? sem se lutar ou sem se apostar na cena? Não consigo compreender.

Todas, mas é que é mesmo todas. Dizem que querem um gajo que as trate como rainhas e princesas e o raio que as parta a todas.

LOL?
Querem o quê?
Não querem nada disso, porque quando apanham cagam, porque é um good guy, e good guys finish last.

Depois se um gajo é um cabrão, que só quer é espetar-vos com a real palmadinha do aconchego no cu, vocês andam feitas cadelas Marias atrás.
Onde é que está o self respect?

Onde é que estão aquelas princesas todas há espera de serem tratadas como rainhas?
Tão a levar com ele há bruta até deixarem de serem o que queriam ser, para serem "mais uma na lista".

É fodido quando me dizem que ah e tal já não se apanham rapazes como eu, mas fodasse eu não ganho nada com isto. A não ser que contem com um par de cornos e muita desilusão de amor... acham que valem a pena? Passar por esta merda toda quando seria mais fácil não me agarrar a nada, e ir dando as palmadinhas do aconchego?

Apah, tou farto de gente burra, de gajas burras que não sabem ver o que podem ter há frente, quando estão mais interessadas em quem têm por trás hoje à noite.

1 comentário :