terça-feira, 19 de maio de 2015

As vezes

As vezes tenho saudades. 
Das merdas mais pequenas. 

De um encostar de cabeça. 
De poder conduzir com a mão na perna dela. 
De poder fazer planos e surpresas. 
As vezes tenho saudades de ter aquela vontade de ser melhor para alguém. Por mais que sejamos melhores para nós nunca é a mesma coisa. 
Tenho saudades de beijar. É sempre o que mais me custa. 

Tenho saudades de muita coisa que não quero admitir me a mim próprio. Mas que já sei que são todas verdades. 

Já não consigo ser aquele tipo de gajo que é uma autêntica pega. Cada noite com uma. É que acha que isso é que é. 

Das tristes existências essa é a pior... A meu ver. 

Num mundo que estamos sempre a dizer que é tão pequenino. 

...Where da fuq might u be?

Sem comentários :

Enviar um comentário